Galeria

P.S. I Love you

Terceira Parte.

Ter comigo uma foto autografada dos Beatles vinda diretamente deles  deixou-,me  famosa. Volta e meia alguém tocava a campainha perguntando: “ É aqui que mora a moça que recebeu uma foto dos Beatles?” Se foi sucesso com desconhecidos imagine entre os amigos. Levei a foto  até a casa das primas e percorremos a vizinhança. As meninas  preparavam os espíritos  para verem  a maravilha.  anneRespiravam fundo, bebiam água… Uma delas fingiu que me daria uma surra e esmurrou a parede morrendo de rir. Achei graça. E disse:  – “Não precisa invejar. Escreva também. Eles respondem! Ou melhor: a Freda Kelly”.

Dia seguinte  vou para a escola levando a foto.  A reação de Leila, e quem lê meus textos sabe sobre quem estou falando,  foi a  esperada. Empalidece. Os olhos umedecem.  E grita para as outras meninas. – “ Vejam o que Virginia recebeu!” Eu protesto:   – “Não! Ninguém aqui gosta dos Beatles! Não vão dar valor”.   Pois o entusiasmo toma conta.  Uma fila é formada na hora do recreio. Eu sentadinha no meu trono, sentindo-me  rainha,  segurando a foto com as  mãos estendidas.  Leila organizando tudo e instruindo. “–Vejam, mas não toquem”.  Elas   olham de pertinho dizendo  coisas como “Que lindos! Que legal!” Algumas gemem. “Ai”… Uma delas grita alto e sai pulando!  Uma professora  vem espiar da janela querendo  saber do que se trata.  Guardo logo a foto dentro de um caderno e nada respondo.  Como confiar numa professora?

Estava decidido. Eu escreveria anualmente por ocasião do aniversário de Paul  no dia 18 de Junho.  E assim faço. Minha mãe me lembrando com antecedência. Ela guarda a data por toda sua vida. Apenas dois anos antes do seu falecimento  comenta comigo. – “Está perto o aniversário de Paul.” Como esquecer?  Apenas um dia antes do dela!

A segunda carta  foi escrita  sem necessitar  ajuda. Vinha estudando inglês por conta própria desde 1965. E tinha entrado para o Centro Cultural Brasil-Estados Unidos em março de 66. Fiz um teste e fui colocada já no segundo ano.  Fico tão convencida  que me ofereço para ajudar as amigas. Uma delas, minha prima Raquel,   foi agraciada  em 67.  Vou a sua casa sem de nada saber.  Na chegada percebo um clima diferente: uma euforia no ar.  Sua irmã Fabíola  me esclarece:  – “Chegou resposta  de George!” Entro no quarto com o coração acelerado. Vejo a prima em transe sentada na cama olhando a foto. Sem fala.  Fabíola   me passa a foto dizendo:  -“ Não foi a Freda Kelly quem mandou. . Parece que são parentes de George! Veja aqui.  Harold e Louise. George’s parents.”  Eu respondo aos gritos sem controlar a emoção. – “ Não são parentes. Harold e Louise são os pais dele”!  Raquel  cai para trás devido ao choque. Ainda bem que estava na cama.harold-and-lousie-and-drawings-by-fans-copia

Ela também volta a escrever para George sempre recebendo respostas.                              Certa vez sai reportagem sobre Louise na revista Time. Vem foto dela e Harold numa sala com desenhos de George na parede.  Conta ter se tornado a secretária do filho recebendo cartas do mundo inteiro. Muitas chegavam com presentes, principalmente desenhos de George. Ela os emoldurava! – “Este veio do Brasil”, conta Louise.  Nossa! Será que…?   Raquel   tinha mandado um desenho! Não aparece na foto, mas ali era apenas uma das muitas paredes de sua casa. Mais tarde vem confirmação. Seu desenho  estava  emoldurado.  Feito com muito amor, saiu  de Montes Claros para morar na parede dos Harrison, os pais do George!

Cada carta era como a primeira. Sempre a mesma emoção ao escrever,  ir aos correios,  selar…e mandar. A música mais cantada pelas amigas após o envio: Mr. Postman!  Não por mim, pois meu pai tinha Caixa Postal. A emoção era abrir a caixa e ver que ali estava mais um lindo envelope pardo vindo de Liverpool. Eu sempre  usando o endereço encontrado na intervalo sem nem de leve sonhar que escrevia para a  casa onde Paul tinha vivido de 1956 até 1963.  A casa hoje pertence ao patrimônio histórico de Liverpool.  Ali Paul e John compunham  juntos, gravavam em fita de rolo suas canções dentro do banheiro devido a boa acústica. Ali passavam horas conversando e cantando, como está descrito na música “The Song we Were singing”  composta por Paul. E quem entregava minhas cartas?   O carteiro, claro!  Mr. Postman. Mas quem era o carteiro?   deles-para-mimBert Sandman é o seu nome. Muitos anos mais tarde fico sabendo sobre sua triste história. Antes de ser carteiro foi policial.. E num trágico dia uma senhora surge de repente na frente do carro que dirigia. Não teve como evitar o atropelamento, segundo suas palavras. Ela vem a falecer. A senhora era Julia Lennon, mãe de John. É verdade que testemunhas disseram que ele vinha na disparada. Ele sempre insistindo ter sido um acidente. Sua palavra valeu, pois não foi incriminado, mas  deixou de ser policial. Foi excluído.   Depois consegue o trabalho nos Correios.  Cabe a ele entregar a correspondência exatamente  na região de Allerton. É ele quem leva as cartas de fãs  até a 20 Forthlyn Road.  Sempre imaginando John e Paul ali dentro ensaiando…e sempre lamentando ter tirado a vida da Sra Lennon.  Caio no choro ao ler a matéria. Minhas cartinhas de amor, antes de chegar a seu  destino, passavam pelas mãos do homem que causou a morte da mãe de John.

E o que eu  escrevia  para o Paul? Eu dizia  o mínimo no máximo de emoção. “Estou escrevendo ouvindo você cantando Michelle. Ai, por que não me chamo Michelle?” “ Vi A Hard Day’s Night 8 vezes. Eu adoro o sotaque de Liverpool! Sua voz conversando  é tão linda quanto cantando.
É a mais doce do mundo!” “A foto autografada que a Freda me mandou  está no meu álbum, mas vai ganhar moldura.  Vocês estão maravilhosos. São mesmo da  Terra? Me fale a verdade! Acho que são anjos.”  E depois da despedida, – Yours Truly, Virginia –  a imprescindível  declaração:

. “P.S. I Love You”.

Virginia A. de Paul(a).

Membro do Instituto Histórico Geográfico de Montes Claros e da Academia Feminina de letras de Montes Claros

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s