Galeria

O dia em que Paul McCartney descobriu o sentido da vida fumando maconha com Bob Dylan

O beatle comenta sobre uma série de episódios do passado em divulgação de nova coletânea.

00003

Paul McCartney está prestes a lançar uma nova coletânea, chamada Pure McCartney, que irá cobrir todos os álbuns de sua carreira solo.

Em uma nova entrevista para a divulgação da mesma, divulgada na NME, o beatle comenta sobre as “lembranças do passado” e cita a vez em que estava num quarto de hotel com Bob Dylan e começou a ter uma “experiência mística”.

Ele diz: “Eu pude me sentir voando em espiral enquanto estava conversando com Dylan. Eu senti que estava entendendo tudo, o sentido da vida.”

Ele relembra que pediu a Mal Evans, roadie dos Beatles na época e que também estava no quarto, para que pegasse um pedaço de papel.

Eu estava tipo ‘entendi tudo!’ e escrevi sobre isso num pedaço de papel. Eu disse a Mal ‘Guarde esse pedaço de papel, garanta que não irá perdê-lo, porque o sentido da vida está aqui.’ Mal me deu o papel no dia seguinte, e nele estava escrito ‘Existem 7 níveis’. Bem, está aí, esse é o sentido da vida…

Beatles e a maconha

É muito conhecida a história, ao menos entre os fãs de Beatles, que foi Bob Dylan o responsável por apresentar a maconha ao grupo.

Existe várias “lendas urbanas” por aí e, inclusive, uma matéria especial da Classic Rock sobre o episódio, e nela percebemos que a experiência “mística” de Paul ocorreu, de fato, neste encontro.

Dessa vez, Paul cita que solicitou a Mal Evans que o seguisse anotando simplesmente tudo que dissesse. Paul estava se sentindo “pensando pela primeira vez.”

Ele disse: “Eu estava nessa coisa dos níveis, durante a tarde toda. E a cada nível que eu estava eu encontrava com várias pessoas de novo. ‘Ha ha ha, é você de novo!’ Aí eu entrava numa metamorfose para um outro nível.”

Sobre a reação aos “7 níveis” no dia seguinte, ele diz: “Na verdade, não é nada mal. Nada mal para um iniciante. A gente fez xixi nas calças de tanto rir disso. Tipo: que porra é essa? O que diabos são os 7 níveis?”

Mas analisando a questão, é um comentário bem sucinto. Tem a ver com muitas das ideias das grandes religiões por aí, mas eu também não sei nada disso.

Grande Paul. Veja o vídeo abaixo, onde ele também fala sobre a canção “Early Days”:

Fonte: Tenho Mais Disco Que Amigos

Leia Também:

O dia em que os Beatles deram “um tapa na pantera” com Bob Dylan

Leia mais sobre Bob Dylan na Beatles College

3 Respostas para “O dia em que Paul McCartney descobriu o sentido da vida fumando maconha com Bob Dylan

  1. Lourdes Barros

    Quanto mais leio e conheço sobre ele, mais o AMO!!!

  2. Curiosamente, naquele mesmo ano de 64, no mês de fevereiro, eu perguntei a quem pudesse me ouvir qual era o sentido da vida. Eu escrevi a pergunta numa caderneta. Eu estava completamente preocupada porque não via sentido em nada. Queria saber por que tinha nascido. Por que nascemos. Para que? Pouco depois alguém chamou no portão. Mocinhas da JEC pedindo permissão a meu pai para passarem três dia num clube que ele presidia. Um clube campestre. Meu pai concordou e elas me convidaram. Dia seguinte eu fui estar com elas. Fizeram uma reunião em grupos sobre…o sentido da vida! Mas a resposta não foi que há sete níveis, embora em acredite que sim. O que me foi revelado ali por uma garota de 16 anos foi que …não há sentido. Tinha havido. Mas o planeta caiu. E agora o sentido é a libertação do planeta. Para isso nascemos. Eramos unidos e ficamos separados. Veio a dualidade. Nascemos para restaurar a unidade quebrada, foi o que ela disse. Fez sentido para mim. Sem contar que estava impressionada por ter vindo a resposta. Não sabiam que eu tinha feito a pergunta. Então perguntei como fazer isso. A resposta foi…pelo amor. Só o amor nos salva. Enfim, exatamente o que os Beatles disseram 3 anos depois ao cantarem ‘All you Need is Love.” E já tinha cantado este amor universal antes em The Word. Então fico pensando que, talvez, para conseguirmos amar assim, teremos de passar por sete níveis. rs rs rs.

  3. Pingback: Paul McCartney abre o jogo: “sinto muita falta de John Lennon” | The Beatles College

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s