Galeria

Você prefere John Lennon ou Paul McCartney?

Documentário fez essa pergunta a 550 artistas.

9_beatles_298497k

Você prefere gato ou cachorro? Primavera ou outono? Chapolin ou Chaves? Praia ou montanha? As coisas não são tão preto no branco, mas o diretor e produtor Matt Schichter fez um documentário sobre os Beatles alimentando a velha polêmica sobre qual é o melhor integrante da banda. Para a tristeza dos fãs de George Harrison e Ringo Starr, a pergunta contemplava apenas Lennon e McCartney.

O material foi recolhido de entrevistas feitas ao longo de 10 anos com atores, músicos, e celebridades, como Robert DeNiro, Katy Perry, Lady GaGa, Kevin Spacey, Tina Fey, Morgan Freeman, Kevin Smith, Benedict Cumberbatch, Selena Gomez, Justin Bieber, James Franco, Bradley Cooper, Zach Galifianakis, Sylvester Stallone, Robbie Robertson, David Byrne e Ozzy Osbourne.

O documentário começa com uma versão de “While My Guitar Gently Weeps”, de Harrison e por cerca de 30 minutos os entrevistados respondem à pergunta. Confira na íntegra abaixo.

Fonte: Catraca Livre

6 Respostas para “Você prefere John Lennon ou Paul McCartney?

  1. Idéia ridícula. A pessoa responsável nunca foi fá dos Beatles. Como colocar um contra o outro? Além disso a pergunta é confusa. Se for para decidir entre os dois enquanto Beatles não há como, visto que eram parceiros. E se for nas carreiras solos, também não há como porque John faleceu logo. Não há como competir com alguém que até hoje está na ativa. Realmente é uma pergunta ridícula. Vi que alguns foram sensatos e se recusaram a escolher. Alguns cretinos responderam Lennon for sure. For sure? Nâo são fãs dos Beatles.

  2. Recentemente postei, aqui, esse comentário: “Ao repararmos a incrível versatilidade dos Beatles, veremos que por traz disso, sempre esteve Paul McCartney. Era o que tinha a maior extensão vocal e também o mais talentoso músico da banda. Embora suas melodias fossem geniais, ficava a dever a John Lennon, que compunha com mais conteúdo e tinha as melhores letras.
    John Lennon e George Harrison também eram muito criativos e versáteis, mas não conseguiam produzir com a mesma frequência que Paul e embora as músicas que fizeram tivessem excepcional qualidade, a capacidade musical de Paul os incomodava, principalmente como sabemos, no final, quando esse tentava inutilmente liderar a banda.”
    A questão se torna mais complicada, uma vez que John Lennon não está mais aqui, então a escolha teria que ser até quando estiveram ambos na ativa. Também é evidente que eles se completavam com suas diferenças. Ainda assim (dá pra notar no comentário acima), tenho mais afinidade com Paul McCartney.
    E muita admiração por John Lennon, George Harrison e Ringo Starr!
    Obs.: e se John Lennon ainda estivesse vivo, qual show atualmente preferiríamos assistir? Paul McCartney ou John Lennon?

  3. Lourdes Barros

    Gosto, amo e admiro os quatro. Porém, sempre, desde o início, o meu preferido é o Paul. A princípio pela beleza e graciosidade. Com o passar dos anos admirando o talento de cantor, músico e compositor. Pra mim, um artista completo que me encanta cada vez mais. Nos shows que fui, fiquei ainda mais fã e quando o vi bem pertinho no Copa, ah, Meu Deus!!! Como tive vontade de apertá-lo!!! Mas me contive em apenas olhar e acenar. Como é lindo pessoalmente!!! Uma pele macia, um ar de bom moço, simples no modo de tratar os fãs, um gentleman… Cada um sabe o que sente e eu sou Paulmaníaca. Fazer o quê?

  4. Virginia, você falou tudo! Ideia ridícula. Como pedir para escolherem, e por que apenas Lennon e McCartney? John e Paul são gênios, mas George e Ringo também são. E uma coisa é perguntar se você prefere gatos ou cães. No meu caso, eu responderia gatos, assim mesmo, na lata. Verão ou Inverno? Inverno, com certeza. Mas Lennon e McCartney? Por favor. Amo esses quatro incondicionalmente, os admiro com toda a minha vida, mas não dá para escolher. Todo mundo tem um Beatle favorito, mas ainda assim não abre mão dos outros. Eu, por exemplo, tenho dois. John e George. Os amo do mesmo modo, estão no mesmo patamar. Disputando eternamente esse espaço, mas lá, juntos. Há um carinho especial, uma ternura que não posso explicar. E, apesar disso, não dá para abrir mão dos outros. Claro que as pessoas têm seus Beatles favoritos, mas existem coisas cujo quais é impossível escolher entre, e esse é o caso dos Beatles. As pessoas têm seu favorito, mas os fãs de verdade não conseguem escolher só um. E, exatamente como a Virginia disse, a ideia é idiota. Eles eram parceiros, tinham um nível de genialidade igual. John faleceu rápido, e Paul está a ativa até hoje. Graças a Deus houve sensatos que se recusaram a responder.

    Abraços!

  5. Concordo com o que Virgínia disse. Escolher entre Paul e John é quase como escolher entre paz ou amor, rock ou música, amigos ou irmãos… não há como separar, eles existem juntos.
    Isso sem contar a falta de consideração com o George e o Ringo. Não estamos falando de quatro pessoas, estamos falando de UMA banda. A relação que eles construíram juntos é de unidade. E não sou eu que estou dizendo isso. Os próprios Beatles e os que conviviam pessoalmente com eles sentiam isso:

    Ringo disse: ” acho que o fato de nós quatro estarmos juntos, mantendo aquela igualdade, transformou-nos num só. Somos diferentes na aparência, contudo estamos intimamente identificados”.

    Pattie, (a esposa de George) disse (antes de Yoko entrar na história): “ninguém, nem mesmo as esposas podem entrar neste círculo ou mesmo compreendê-lo. Conversei com Cyn a respeito e ela me disse que eles sempre seriam partes uns dos outros”.

    Paul, disse: “somos indivíduos que juntos formamos “os caras”- que formam uma pessoa- se um de nós sai da linha, ou o seguimos ou o puxamos de volta. Nós todos acrescentamos algo diferente ao todo”.

    E o próprio John, em 1980, numa época difícil e ao mesmo tempo maravilhosa, disse: “Mas não se enganem, eu amo estes caras, os Beatles acabaram, mas John, Paul, George e Ringo continuam”

    Não preciso mais dizer nada. O que fez os Beatles terem o legado que têm, a fama que têm até hoje, foi isso aí. Mais nada. Eles somente se amavam e o resto era lucro. Até hoje é assim. Em entrevistas, shows e programas, dá pra perceber o brilho nos olhos quando falam dos “companheiros de banda”.

    Sei que nós como fãs, acabamos “intimamente identificados” por um deles. Seja pela personalidade, seja pela maneira que você conheceu ele. Mas chega a quase uma “predileção oculta”, de tanto amor que temos pelos outros três também. Pelo menso é isso o que penso.

  6. Todos os quatro são feras,lendas…mas sempre gostei mais de John.Mesmo assim,é ridículo colocar um contra o outro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s