Galeria

Apresentação dos Beatles no Royal Command Variety Performance completa 51 anos

beatles live

No dia 4 de novembro de 1963, os Beatles se apresentaram no “Royal Command Variety Performance”, com a presença da Rainha e da família real. Foi nessa ocasião que John Lennon soltou a famosa frase “para nosso último número, gostaria de pedir a ajuda de vocês: as pessoas das cadeiras mais baratas podem bater palmas. O resto, basta chacoalhar as joias!”.

A exibição do evento na TV só aconteceu uma semana depois, em 10 de novembro de 1963.

4 Respostas para “Apresentação dos Beatles no Royal Command Variety Performance completa 51 anos

  1. Lourdes Barros

    Essa apresentação foi importantíssima e ficou na história principalmente por essa pérola que o John falou.

  2. Onde foi? Eu tinha na cabeça que teria sido no Pavilium. Mas num video que vi ( ainda não vi o que esta aqui na matéria) aparece o teatro Prince of Wales. Levei um choque. Vi isso na semana passada. Grande choque porque conheço o Prince of Wales. EStive lá dentro! Emoção enorme se foi realmente lá. Estive num “lugar beatle” sem saber…

  3. João Arnaldo

    A famosa apresentação no “Royal Command Performance”, na presença da rainha-mãe, da princesa Margaret e de Lord Snowdon, ocorreu no “Prince Of Wales Theatre”, na Coventry Street, Londres. Se você esteve lá, então você esteve em um dos mais importantes “beatle-local”.

    Você escreveu “Pavilium”, creio que quis dizer Palladium, o também famoso “London Palladium”, na Argyll Street, Londres, onde ocorreu, em 13 de outubro de 1963, o não menos famoso “Val Parnell’s Sunday Night At The London Palladium”, show cujo resultado de histeria nas ruas levou os repórteres a cunhar a expressão “BEATLEMANIA”.

    Abraços.

    João Arnaldo.

  4. .Palladium. Pavillion é o cinema onde passavam seus filmes. Ficava pertinho da escola onde eu estudava. Mesma avenida. Shaftesbury Avenue. Lá eu vi um filme com Mick Jagger: Ned Kelly. E com consciência que era o mesmo cinema da estréia de “A Hard Days Night”. Eu passei algumas vezes na porta do Palladium! Era perto também quase chegando na Oxford Street. Meu reduto em Londres. kkkk. Saia da escola ao meio dia, almoçava por ali ( Geralmente no Austria na esquina com Wardour Street onde ficava o Marquee Club), depois seguia para a Apple ( diariamente) e em seguida era perambular pelo centro. Lembro ainda dos nomes de algumas ruas. De Piccadilly eu pegava a Regent’s Street para Oxford Street. Argyll Street é uma ruazinha diminuta ali mesmo. Eu olhava as paredes, a entrada belissima, pensando que tinha sido ali aquela noite quando John falou a frase inesquecível. Mas nunca entrei lá dentro. Então foi o Val Parnell’s Sunday Night. Já o Prince of Wales…eu entrei! Vi uma peça chamada “Promises Promises” com músicas de Burt Bacharah. Ainda mais perto da escola que o Palladium, na Coventry Street. Eu juro que não sei o que estou sentindo. Muito estranho…Eu me lembro de detalhes daquele dia. Começou a cair uma chuvinha fina. Um músico de rua começou a tocar “Rain drops keep falling on my Head”…Tudo tão bonito! Teria sido ainda mais lindo se eu soubesse que tinha sido ali …Passei quase duas horas lá dentro sem saber que foi naquele palco…! Gente, tem como voltar atrás não? Que nem fazemos para ver um video…aquela parte do começo…! É preciso que encontrem logo uma forma de fazer isso senão não dá! Algo parecido aconteceu quando fiquei sabendo que John e Paul, na famosa viagem a Paris em 1961, fiaram em Montmartre. Pelo menos li isso em algum lugar. Porque foi o lugar que mais gostei de Paris. Uma manhã inteira em Montmartre. Ano de 1970. Nem sabia que tinham ido a Paris nos 21 anos de John. Sentindo agora um calor interno…aconchegante. Mesmo sem saber…eu estive lá. O mais curioso: nem sei quantas vezes já vi aquele show. E só agora vi que era o Prince of Wales. Nunca tinha percebido…”No I’ve never seen it at all!” Saltou de repente na minha vista…Estou ouvindo o som do acordeon do músico de rua…e vindo de longe, bem mais longe…a voz de Paul muito terna: There were birds on the sky.but I’ve never heard them singing…No, I’ve never heard them at all till there was you…”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s