Galeria

Paul McCartney leva fãs à loucura em estádio do último show dos Beatles

O Candlestick Park de San Francisco, estádio que entrou na história por ser o palco do último show dos Beatles em 1966, viveu outra noite memorável, com o show solo de Paul McCartney, o último evento que recebeu antes de sua demolição, nesta quinta-feira (14/8).

SanFran_PaulBeatles_MJ

Assim como o Candlestick se despediu do quarteto de Liverpool em um frio 29 de agosto de 1966  – em San Francisco o verão é especialmente frio – o destino quis que fosse um dos protagonistas daquela noite, Sir Paul McCartney, que se despedisse dele 48 anos depois.

Depois deste show, novamente em uma noite fria e com nevoeiro, o estádio será demolido para dar lugar a imóveis de uso residencial e comercial. A atuação de McCartney, com repertório solo e dos Beatles, encheu pela última vez o Candlestick com quase 50 mil pessoas e provocou uma autêntica loucura na cidade.

“Não podia perder, simplesmente não podia. Estive aqui quando os Beatles tocaram em 66 e esse show me marcou para a vida toda, agora tinha que voltar”, contou Rose Kurtz, moradora de Reno (Nevada) que viajou só para ver o show. A expectativa para o show era tanta que os ingressos foram todos vendidos em apenas duas horas.

02O próprio McCartney quis fazer do show uma ocasião especial, e engrandeceu a festa com mais de 900 efeitos pirotécnicos, um número muito superior ao que habitualmente usa.

A referência ao Candlestick como o último show “oficial” dos Beatles é porque depois dele a banda só voltou a se reunir em 30 de janeiro de 1969, de surpresa, no telhado da gravadora Apple Records, em Londres, a última atuação juntos. O show de Paul nesta quinta-feira, batizado como “Farewell to Candlestick” (Despedida do Candlestick) faz parte da tour “Out There” de McCartney, que passou por Brasil, Uruguai, Chile, Peru, Equador e Costa Rica.

O Candlestick Park, na zona sudeste de San Francisco e de propriedade municipal, foi inaugurado em 12 de abril de 1960 pelo então vice-presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, para abrigar os “Giants”, que tinham se mudado para a cidade californiana.

Em 1971, aos beisebol dos “Giants” se uniram os “49ers” de futebol americano, e as equipes compartilharam o estádio até 1999, quando os “Giants” se mudaram para o atual AT&T Park e o velho Candlestick ficou reservado exclusivamente para o futebol americano. No ano passado, os “49ers” jogaram sua última temporada no Candlestick, e se mudaram para um novo campo em Santa Clara (ao Sul de San Francisco).

Fonte: UOL

Anúncios

3 Respostas para “Paul McCartney leva fãs à loucura em estádio do último show dos Beatles

  1. Putz! Como gostaríamos de estar lá, hein? Duas dúvidas: ingressos de shows do Paul McCartney se esgotam rapidamente, normalmente poucas horas após iniciarem a venda, independente do volume disponível. Atualmente, há outro músico ou banda com essa característica? Paul McCartney pode ser considerado, como pelo menos nós achamos, o “Maior nome vivo da música mundial” atualmente?

  2. Sim Jarbas, Ele é realmente é o maior nome musical dos nossos tempos. O mais curioso: aos 72 anos. Carregando a tocha Beatle, sentindo orgulho de ter sido um Beatle. Sente-se feliz de poder proporcionar aos fãs o gosto da Beatlemania. Canta as músicas da carreira solo e ao mesmo tempo mantém os clássicos que todos querem ouvir. Leva a sério a letra da música The End. Sabe que o amor que recebe vem em proporção ao amor que dá. E assim agora, mais uma vez, aparece lindamente em mais um momento histórico. Lamento pela demolição do estádio. Bem americano esse negócio de destruir. Mas o estádio não poderia dar adeus de forma mais maravilhosa. do que com esse clima de amor que se espalha entre Paul e admiradores. Sim, os admiradores, ou fãs, são fundamentais nessa coisa linda toda, nessa troca de energia entre o palco e a platéia e que vai além. Acho que o clima ali chegou aqui! 🙂

  3. Noss como queria estar la sonhi demaissss meu deus pra que ser demolidoo estadio deu um dos melhores adeus viu ?? Que clima legal ameiiii vejo as tedes socias de paul que ele nunca esqueceu que sempre foi e sempre vai ser um beatle que fez os meninos e as meninas dos anos 60 ate os anos de hoje pularem dançarem cantarem e se djveritr com suas musicas eu sou uma grandeeeeeeee beatlemaniaca e nao queria q o estadio fosse demolido de jeito nenhum ,aquilo la e um centro historico mas como disse que adeus hein ?????? A vibraçao foi muito forte pra todos os beatlemaniacos mesmo estando la na frança kkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s