Galeria

14 de Julho no dia-a-dia dos Beatles

1961:
Primeira apresentação no Cavern Club após o retorno de Hamburgo, na Alemanha.

Confira toda a trajetória dos Beatles em Hamburgo.

011965:
Paul McCartney assiste a atuação da namorada Jane Asher no Teatro Palace em Watford, em Hertfordshire.

Jane Asher, a musa inspiradora de Paul McCartney nos tempos dos Beatles.

1971:
John Lennon e Yoko Ono concedem entrevista em apoio à revista “Oz”, processada por obscenidade.

1973:
Parada Britânica de álbuns:
Nº 01 – Beatles – “The Beatles 1967-1970”
Nº 05 – George Harrison – “Live in the Material World”
Nº 06 – Beatles “The Beatles 1962-1966”
Nº 10 – Paul McCartney & Wings “Red Rose Speedway”

Parada Norte-americana de álbuns:
Nº 01 – George Harrison – “Live in the Material World”
Nº 05 – Paul McCartney & Wings “Red Rose Speedway”
Nº 15 – Beatles – “The Beatles 1967-1970”
Nº 18 – Beatles “The Beatles 1962-1966”

1974:
Julian visita John Lennon em Nova York.

Em seu estúdio particular, Paul McCartney grava o que seria conhecido como “Piano Tapes”. As músicas gravadas são “Million Miles”, “Mull Of Kintyre”, “I’ll Give You A Ring”, “Baby You Know It’s True”, “Women Kind”, “Getting Closer”, “In My Dreams”, “Rockestra Theme”, “Now That She Is Mine” (título original de “Letting Go”), “Call Me Back Again”, “Lunch Box/Odd Sox”, “Treat Her Gently/Lonely Old People”, “You Gave Me The Answer”, “Waiting For The Sun To Shine”, “She Got It Good”, “Blackpool”, “Sunshine In Your Hair”, “Girlfriend”, “I Lost My Little Girl”, “Upon A Hill”, “Sea”, “Love Is Your Road”, “Sweet Little Bird”, “Partners In Crime”, “Suicide” e “Dr. Pepper”.

1979:
Acompanhando o GP de Silverston, George Harrison concede uma entrevista para o programa “World of Sports da ITV”.

1985:
Paul McCartney regava os vocais de sua apresentação de “Let it Be” no Live Aid, devido a problemas técnicos no momento do show.

1993:
Paul McCartney concede entrevista por telefone ao DJ Chris Tarrant, da Capitol Radio.

Anúncios

Uma resposta para “14 de Julho no dia-a-dia dos Beatles

  1. Será que Jane era mesmo sua musa inspiradora? Talvez uma ou duas vezes…Mas sabemos que Martha também o inspirava e ele diz que Martha é que sempre foi sua inspiração. ‘Martha my dear, you have always been my inspiration.” O que significa isso? Que ele recebia inspiração de muitas fontes. Viram a foto da Mountain Madonna? Foi aquela senhora africana que o inspirou para compor Lady Madonna. Por motivos que desconheço há muitos que ralmente acreditam que poetas e compositores só escrevem para suas namoradas oficiais e esposas. Nada mais longe da verdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s