Galeria

O dia em que os Beatles tocaram para apenas 18 pessoas

Pouco tempo depois de conhecerem e assinarem contrato com Brian Epstein e ansiosos para explorar a Inglaterra além de Liverpool, os Beatles decidiram aceitar a proposta do promotor de eventos Sam Leach de uma apresentação no sul do país. Empolgados com a possibilidade de serem vistos por executivos de gravadoras que se recusavam a visitar Liverpool, os Beatles acabaram chegando em Aldershot, uma cidade militar, no dia 9 de dezembro de 1961.

00

A grande noite no Palais Ballroom fora anunciada em folhetos e cartazes como uma batalha de bandas entre Liverpool, representada pelos Beatles, e Londres, representada pelo grupo Ivor Jay and the Jaywalkers, além de outros dois grupos de estrelas, que não tiveram seus nomes registrados no cartaz. Segundo Sam Leach, ele colocou um anúncio para o evento no Aldershot News, e enviou um cheque de 100 libras para cobrir os custos, mas o jornal se recusou a descontá-lo por não ser um anunciante frequente, e novos clientes eram obrigados a fazer o pagamento em dinheiro. Sem o contato de Leach para explicar o ocorrido, o jornal não entrou em contato com Sam e o anúncio nunca aconteceu.

poster1

Os Beatles partiram de Liverpool muito cedo no dia 9 de dezembro de 1961, acomodados em uma van dirigida por Terry McCann, amigo de Sam Leach, enquanto Sam fora de carro acompanhado de um motorista, Dave Johnstone. Ao chegarem ao local da apresentação, encontraram as portas trancadas, e tiveram que esperar alguém aparecer com as chaves e abri-lo. Depois de montarem os equipamentos, afinarem os instrumentos e passarem o som rapidamente, eles saíram para convidar qualquer pessoa que passasse por eles para a apresentação, e depois voltaram com algumas garrafas de cerveja.

Em certo momento do show, desanimados com a falta de espectadores, Pete Best abandonou a bateria e deixou que o motorista Terry a tocasse, John e Paul começaram a tocar acordes errados na guitarra e passaram a cantar as músicas trocando palavras e frases da canção original. Pouco depois, exaustos e decepcionados, George e John desceram do palco, vestiram seus sobretudo e começaram a dançar pelo salão.

22

Mesmo com todo o esforço que fizeram para não se deixarem abater pela falta da fiel plateia que lotava os shows em Liverpool, os Beatles só se animaram um pouco quando Sam Leach trouxe as garrafas de cerveja Watneys Brown Ale e jogaram futebol na vazia pista de dança com algumas bolas de bingo. Conforme a bebida ia descendo e as brincadeiras ficando mais animadas, os gritos e a bagunça começaram a aumentar consideravelmente. Um vizinho, cansado de tanto barulho, chamou a polícia local, por volta de uma da manhã. Ao se depararem com alguns carros policiais ao lado de fora do salão de baile, a banda fora orientada a deixar a cidade imediatamente e não voltar mais.

21

De volta à estrada e sem ter para onde ir, a banda partiu para Londres, onde improvisaram uma apresentação no Blue Gardenia Club, no Soho, na madrugada de 10 de dezembro. No sábado seguinte, foi a vez do Rory Storm e os Hurricanes, banda de Ringo, tocar em Aldershot, também organizado por Leach. Dessa vez, com o anúncio do jornal devidamente publicado, 210 pessoas apareceram para o show.

03

Por André Franco
@beatlepedia

beatles college

Anúncios

2 Respostas para “O dia em que os Beatles tocaram para apenas 18 pessoas

  1. Há pessoas que acham o bilhete premiado da loteria, não percebem, e o jogam no lixo. A História dos Beatles está repleta de pessoas assim…Além da DECCA que recusou a lança-los temos aqui uma cidade que os convidam a retirar e não voltar nunca mais! A parte mais bonitinha e de George dançando com John. E como gosto de ver as semelhanças…relembro quando vários músicos do Clube da Esquina estiveram em minha cidade com o show Faca Amolada, e cantaram para cerca de …18 pessoas. Também faltou divulgação. E faltou sensibilidade da população que não se deu conta que aqui estava um grupo seleto de artistas do primeiro time, que só mais tarde ficariam famosos. Eles deram dois shows, ambos para meia dúzia de gatos pingados. Felizmente eu me fiz presente nas duas noites. E ainda saí com ele depois curtindo a madrugada…Maravilha. Voltando aos Beatles, essas histórias são essencias para nosso aprendizado beatleniano. É um aprendizado. Eles nos fazem pensar, abrem nossas mentes, além de nos deliciar. Agradeço ao André por nos contar esse incidente em Aldershot. A propósito, André é um poço sem fundo de conhecimento sobre a vida dos Beatles. Que nos brinde com mais histórias saborosas dos nossos garotos. Saber de coisas assim me levam a viajar…Imaginar o lugar, se outros mais dançaram…Garanto que Paul também entrou na dança. Não tem a foto mas sair dançando pela pista, mesmo sem par, é a cara dele. E que música tocava quando dançaram? Vou de “Besame Mucho…” Mas poderia ser “Love me Tender”. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s