Galeria

Os Beatles e a paixão secreta pelo futebol

Futebol e rock: uma simbiose puramente inglesa. Destrinchar os Beatles neste assunto resulta em uma trilha de inúmeras notas e interpretações.

football

O ponto de partida é a dupla apresentação de Paul McCartney no Recife, a primeira delas hoje, cinco meses após o show de Ringo Starr na capital pernambucana. Astros remanescentes da maior banda de todos os tempos. Considerando o quarteto, com John Lennon e George Harrison, qual seria a relação dos meninos de Liverpool com o futebol? O show business deixou espaço para isso? Até hoje, a resposta é cercada de incertezas, mesmo com a cidade natal da turma do ié-ié-ié sendo uma das mais tradicionais no esporte em toda a terra da Rainha.

Entre 1960 e 1970, período de ouro do Fab Four, os dois clubes da cidade, Liverpool e Everton, conquistaram quatro títulos nacionais, em uma época de domínio esportivo e cultural. De acordo com o jornal Liverpool Daily Post, Paul McCartney sempre se mostrou bem reservado sobre o assunto, mas teria sido “flagrado” na multidão do Everton em 1968, no estádio de Wembley, em plena final da tradicional Copa da Inglaterra. O time azul acabou derrotado pelo West Bromwich Albion por 1 a 0. Há pouco tempo, Sir Paul revelou, admitindo ir contra as “regras” das arquibancadas, que gostava tanto do Everton, por causa dos seus pais, quanto do Liverpool, devido ao tom vermelho.

“Eu gostava de futebol na rua, mas pelo pouco tempo que joguei ficou claro que eu não era muito bom. Gosto de assistir às partidas de futebol na televisão e vou ocasionalmente para algum jogo”, admitiu ao Daily Post, evitando qualquer rusga entre os fanáticos de Everton e Liverpool. Um Paul político.

Também é curiosa a linha futebolística de Ringo, que torce pelo londrino Arsenal por causa do padrasto, natural da capital inglesa. Apesar disso, ele também tem simpatia pelo Liverpool. Os seus filhos sempre vão a todos os jogos dos Reds. Já George e John não eram muito ligados em futebol. O filho de George Harrison, falecido em 2001, é fã do Liverpool, na única dica sobre o pai famoso. Lennon e o futebol seguem como um mistério, tudo por causa de um desenho do gênio, aos 11 anos.

A imagem foi utilizada em 1974 no seu álbum solo Walls and Bridges. Era um retrato de Arsenal x Newcastle, sobre a final da Copa da Inglaterra de 1952. O desenho foi feito um mês após a partida, vencida pelo Newcastle por 1 a 0. O tal jogador com a camisa alvinegra de número 9 – o número preferido de Lennon, citado em várias canções – é Jackie Milburn, autor de 177 gols pelo Newcastle entre 1943 e 1957. Lennon jamais falou sobre a preferência, entre Arsenal ou Newcastle, apesar da obviedade da pintura. Portanto, eis os supostos uniformes beatlemaníacos: Liverpool, Everton, Newcastle e Arsenal. Apesar da rivalidade entre os quatro times, o mesmo não ocorria nos Beatles, em relação ao esporte bretão. O forte, em todos os aspectos, era mesmo a música.

Uma lenda bem conhecida entre os beatlemaníacos brasileiros diz que os Beatles foram barrados quando tentou visitar a concentração da Seleção Brasileira, que se hospedava em Liverpool durante a Copa de 1966. O caso nunca foi bem esclarecido, apesar de Pelé confirmar até hoje. Mas neste post AQUI nós fazemos uma análise bem realista do caso, encontrando uma razão para o boato.

Por mais que os Beatles tenham uma relação discreta com o futebol, fica claro o convite à banda para um show a cada arquibancada lotada, como em 1964, durante a conquista do título nacional do Liverpool após dezessete anos de jejum. A torcida, enlouquecida com o 5 a 0 sobre o Arsenal, cantou “She Loves You”, ecoando em todo o estádio Anfield. O convite não ocorre só em Liverpool. O Arruda e a Ressacada que o digam.

Fonte: The Beatles Report

Leia também:

Pelé lembra que Seleção vetou show dos Beatles na Copa de 66

Seria Pelé um mentiroso? Não creio!

 
Anúncios

3 Respostas para “Os Beatles e a paixão secreta pelo futebol

  1. Há cerca de dez minutos estava falando sobre futebol com o motorista do táxi de que trouxe da fisioterapia. Isso é natural. Afinal, estamos vivendo a Copa do Mundo acontecendo aqui no Brasil. Porém, eu não falava sobre a copa. Eu dizia que não aprecio futebol. Mas que, quando criança torcia para o Cassimiro de Abreu, time da cidade, por causa dos meus pais ..e do meu tio Cassimiro que deu nome ao time. Meus pais se envolviam tanto, principalmente minha mãe que chegava a lavar os uniformes dos jogadores, que eu tinha de entrar na deles. Entro aqui e vejo coisa parecida. Paul torcia pelo Everton por causa dos pais. Ringo torce pelo Arsenal por causa do padastro. Que nem eu! rs rs rs. Forçação de barra eu sei, sempre procurando pontos em comum com eles. Para fazer minha alma sorrir. Ah, tem por aí um foto de Paul jogando futebol com Martha! Adoro o desenho de John,

  2. Gente queria tanto tanto que os beatles fisessem shows no brasil que bom que paul e ringo ainda estao vivos tomara que eles continuem fazendo isso por um booooommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm tempoooooooo

  3. Pingback: John Lennon era o melhor Beatle com a bola e sonhou ser jogador | The Beatles College

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s