Galeria

A história da canção “Hello Goodbye”

hello-goodbye

Alistair Taylor, assistente de Brian Epstein, se lembra de ter perguntado a Paul McCartney como ele escrevia suas músicas, e Paul o levou à sua sala de jantar para fazer uma demonstração em um harmonium entalhado à mão. Ele disse a Taylor para gritar o oposto de tudo o que ele cantasse enquanto tocava as notas. E assim foi – preto e branco, sim e não, pare e vá, olá e tchau. “Não tenho nenhuma lembrança da música”,Taylor conta. “Você precisa lembrar que as melodias eram tão comuns em torno dos Beatles quanto os insetos na primavera. Alguns se tornam belas borboletas, outros secam e morrem.

Eu imagino se Paul realmente inventou aquela música enquanto tocava ou se ela já estava passando pela cabeça dele. Seja como for, pouco tempo depois, ele chegou ao escritório com uma fita demo de um novo single – “Hello Goodbye”. A última parte da gravação, em que os Beatles repetem “hela, hey, aloha”, surgiu espontaneamente no estúdio (“aloha” é uma forma de cumprimento afetuoso no Havaí).

hello goodbye2

Mesmo que “Hello Goodbye” não fosse nada além de um jogo de palavras transformado em música, no clima místico de 1967, esperava-se de Paul uma interpretação mais profunda. Em uma entrevista para a Disc, ele tentou, gentilmente, oferecer uma explicação: “A resposta para tudo é simples. É uma canção sobre tudo e nada… se você tem preto, também tem que ter branco. Essa é a coisa impressionante da vida”.

Fonte: O Baú do Edu

Anúncios

4 Respostas para “A história da canção “Hello Goodbye”

  1. Uma canção sobre os opostos? Não sabia dessa interpretação. A música é maravilha. Beatles nunca deram mancada na música.

  2. Samyres Margotti

    Como é bom escutar e ver o clipe da música, afinal foi a primeira que eu ouvi dos Beatles, a que me “apresentou” a incriveu banda que eles são *-*

  3. Amo Hello Goodbye,e o clipe é muito legal.

  4. Me desculpem, mas a história de “hello goodbye” não é essa.
    Foi, na verdade, uma homenagem dos Beatles a seu falecido produtor musical. Assim, detalhes da letra como “Você diz “baixo”, eu digo “Alto”, ou “Você diz “Sim”, eu digo “Não”, retratam as contradições no estúdio, onde os membros do grupo divergiam de opinião com seu produtor.
    Essa explicação sobre a aparentemente descabida letra de “hello goodbye” remonta aos meados dos anos 70, quando de uma entrevista com Paul McCartney, que justificou o assunto. Eu a assisti, mas nunca mais vi novamente essa matéria.
    Saudações a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s