Galeria

A história de “Leave My Kitten Alone”

Canção deveria integrar o disco “Beatles For Sale”, mas só foi lançada no projeto “The Beatles Anthology”.

005

“Leave My Kitten Alone” (Deixe Minha Gatinha em Paz) é um hit R&B de 1959, escrito por Little Willie John, James McDougal e Titus Turner. A primeira gravação foi de Little Willie John e regravada em 1960 por Johnny Preston. A canção também aparece no CD 2 do “The Beatles Anthology 1”.

tumblr_m2w5ictFLK1r8kwyw

A versão original de Little Willie John, pela King Records, chegou ao posto 13 na Billboard R&B Charts e número 60 na parada pop em sua primeira versão em 1959. A versão cover de Johnny Preston alcançou número 73 no início de 1961, altura em que a versão Little Willie John foi reeditada e novamente atingiu a posição 60 nos Estados Unidos mas nunca alcançou as paradas do Reino Unido. Ao longo das décadas seguintes, inúmeras versões covers foram lançadas, em diferentes gêneros musicais, às vezes com letras alteradas, por artistas como Solomon Burke, Sam the Sham & The Pharaohs, Roky Erickson, The Syndicats com Steve Howe, The Sonics, etc.

The-Beatles-Beatles-for-SaleNo dia 14 de agosto de 1964, durante as sessões de gravação do álbum Beatles For Sale , os Beatles gravaram cinco takes de “Leave My Kitten Alone”, acrescentando overdubs para o último take. A canção não chegou a ser mixada e não foi incluída no álbum. O take 5 foi marcado como a melhor tomada.

“Leave My Kitten Alone” foi remixada em 1982 pelo falecido John Barrett em Abbey Road, para uma apresentação de vídeo como parte de uma excursão pública pelo famoso estúdio. A canção foi remixada novamente em 1984 por Geoff Emerick, em preparação para a inclusão no projeto “Sessions” que não saiu. Em 1994, George Martin e Geoff Emerick remixaram a faixa mais uma vez, desta vez para o projeto Anthology. Finalmente, a matadora versão dos Beatles viu a luz do sol no lançamento oficial do projeto no ano seguinte.

Fonte: O Baú do Edu

Anúncios

Uma resposta para “A história de “Leave My Kitten Alone”

  1. Que gostusura. Não conhecia! Até hoje os beatles me surpreedem. Ontem ouvi John cantando Yesterday com amigos na sua festa de aniversário de 31 anos. Quem diria? John cantando Yesterday. Foi mágico. Agora a música, que eu já gostava, ganhou novo sabor e ficou ainda mais linda! Apesar da interpretação tipica de fim de festa com todos já prá lá de Bagdá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s