Galeria

A viagem que John e Paul fizeram juntos a Paris, em 1961

Em julho de 1961, acabava a segunda temporada de apresentações dos Beatles em Hamburgo. Desta vez, muito diferente da primeira, eles não voltaram demasiadamente decepcionados. Pelo contrário, agora eles voltavam para Liverpool com um disco gravado, acompanhando Tony Sheridan, uma semana antes de voltar para casa. Nem deu tempo de participarem do lançamento, mas isso era o menos importante. Em setembro, George Harrison recebeu uma cópia do disco “My Bonnie”, que rapidamente se tornou atração na cidade.

No dia 9 de outubro, John Lennon completaria seu 21º aniversário, e entre os presentes que ganhara estavam 100 libras, recebido antecipadamente de sua tia Mater. John Lennon decidira que usaria o dinheiro para fazer uma viagem até a Espanha, porém, ao saber que Jürgen Vollmer, um grande amigo de Hamburgo, estava morando em Paris, a rota da viagem fora alterada. Segundo Paul: “Nós planejamos pegar carona até a Espanha. Eu já tinha pegado algumas caronas com George e nós sabíamos que você tinha que ter um artifício; nós éramos bastante rejeitados e vimos que caras que tinham um artifício (como usar a bandeira do Reino Unido em volta deles) sempre conseguiam as caronas. Então eu disse a John, ‘vamos arranjar um par de chapéus-coco’. Era o showbiz nascendo na gente. Nós ainda tínhamos nossas jaquetas de couro – tínhamos muito orgulho delas para não usá-las, no caso de encontrarmos algumas garotas; e se de fato encontrássemos alguma garota, sumíamos com os chapéus-coco. Mas para as caronas nós usávamos os chapéus-coco. Dois caras com chapéus-coco – um caminhão pararia! Senso de humor. Isso, e o trem, foi como chegamos a Paris”.

John, que dissera para sua tia Mimi que estava viajando para vender seus quadros, e Paul (Cynthia Powell, namorada de John, também iria, mas estava terminando suas atividades do último ano da faculdade), partiram entre o dia 30 de setembro e 1º de outubro, para uma merecida férias de duas semanas na capital francesa. Entretanto, com a partida repentina da dupla, George Harrison e Pete Best chegaram a acreditar que a banda poderia se separar. “Ontem à noite eu ouvi que John e Paul haviam ido a Paris para tocar juntos”, dissera Stuart Sutcliffe. “Em outras palavras, a banda havia acabado! Soou como uma loucura para mim, eu não acredito nisso”.

01

John e Paul chegaram a Paris exaustos e se hospedaram em um pequeno hotel da cidade. Andavam quilômetros, todos os dias, e se sentavam em alguns bares. Em um deles, em Montmartre, eles assistiram a uma cômica apresentação do rockeiro francês Johnny Hallyday. Em uma das visitas da dupla a um brechó, acabaram encontrando uma inovação da moda: calças boca de sino. Ambos decidiram comprar uma cada um. Então voltaram para o hotel, vestiram a recente aquisição e saíram para a rua. Em pouco tempo perceberam que não saberiam lidar com aquilo e voltaram correndo para o hotel, a fim de tirá-las e levar para apertar.

Jürgen Vollmer havia se mudado para a França com o propósito de estudar fotografia trabalhando como assistente do fotógrafo William Klein. Vollmer usava o penteado que Astrid Kirchherr havia encorajado Stuart e Klaus Voorman a adotar, que consistia em pentear os cabelos para a frente. Depois de alguns dias na cidade, John Lennon e Paul McCartney decidiram que queriam fazer o mesmo. O amigo dissera-lhes que gostava deles como rockeiros, mas insistiram tanto que Vollmer aceitou fazer a mudança. Ainda era uma pequena versão do que realmente se tornaria o famoso penteado dos Beatles, mas mudara completamente as expressões de John e Paul. A transformação aconteceu nos fundos do Hôtel de Beaune. Jürgen pegou a tesoura e cortou os cabelos para que ficassem para a frente e para os lados, trocando a rigidez da brilhantina pela maciez do novo corte. Como John lembrou em 1963: “Jürgen tinha um estilo de cabelo para baixo com uma franja na frente, o qual preferimos usar também. Nós fomos pra casa dele então lá ele cortou – dilacerou seria uma palavra mais apropriada – nosso cabelo da mesma forma”.

09

No dia 9 de outubro, pouco antes de retornarem a Liverpool, John Lennon comemorou seu 21º aniversário com Paul McCartney, em Paris. Em 1963, John contou como a data fora comemorada com o amigo: “Paul me comprou um hambúrguer para celebrar-mos. Eu não estava muito feliz por chegar aos 21. Eu me lembro de uma parente me dizendo, ‘de agora em diante, é ladeira abaixo’, e isso realmente me abalou. Ela me contou como minha pele envelheceria e esse tipo de coisa”.

02

Por André Franco
@beatlepedia

beatles college 

Anúncios

2 Respostas para “A viagem que John e Paul fizeram juntos a Paris, em 1961

  1. Faltou a foto de John dormindo batida por Paul. É de uma ternura! Paul fez ampliação, emoldurou…Uma vez ela foi usada num dos seus shows recentes durante a homenagem a John. Em 66 fizeram outra viagem a Paris para um fim de semana. Não sei se outros viajaram juntos. Talvez. Sei de John e Paul com certeza, mas pode ser que Cynthia tenha ido. . Aconteceu logo após as filmagens de How I Won the War. Ou durante. Li uma entrevista de John na semana passada onde ele fala sobre como estava bom andar na Espanha sem ser reconhecido. Tinha cortado os cabelos para o filme. E ainda usava os óculos de aros finos pela primeira vez. ( isso ele não falou, mas me lembrei porque adorei os óculos e comprei um igual). Então Paul chegou com cara de Beatle para uma viagem de fim de semana a Paris com ele. Então o reconheceram. Gostavam de Paris. E quem não gosta? Principalmente…Montmartre. Era meu lugar preferido também quando lá estive.

  2. PELO SOM DESSE VIOLÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s