Galeria

Os Beatles e a conspiração Klaatu

Quando o Klaatu começou a tocar nas rádios canadenses, pouco se sabia sobre a banda. As informações sobre os integrantes, até então, eram desconhecidas. Seu álbum de estreia foi lançado pelo selo da Capitol Records em agosto de 1976, com uma sonoridade que lembrava a psicodelia de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band. Com vocais distorcidos, instrumentos tocados de trás pra frente, cítaras elétricas entre outras similaridades, rumores começaram a surgir afirmando que aquela, na realidade, seria uma reunião secreta dos Beatles.

billboard_klaatu1360

Muitas foram as “evidências”. Uma universidade de Miami fez um teste de voz com o disco do Klaatu e gravações de Paul McCartney que comprovou que os vocalistas eram os mesmos. Um DJ australiano apareceu com possíveis provas de que o álbum da banda na verdade era um álbum não lançado dos Beatles chamado “Sun” (um sol klaatuestampava a capa do disco do Klaatu). Todo o álbum é baseado em mistério, magia e viagens (Magical Mystery Tour?). Outra possível prova é que tocando a faixa “Sub Rosa Subway” ao contrário, em uma frequência de baixa rotação, pode-se ouvir: “somos nós, somos os Beatles”.

Há, de fato, grandes lembranças da sonoridade beatle nas músicas. Destaque para a mesma “Sub Rosa Subway”, canção que fala da construção do sistema de metrô de Nova York (?), onde os vocais são exatamente como os de Paul McCartney, a percussão como a de Ringo e as guitarras são como as de Lennon e Harrison. E “Doctor Marvello (não o Robert!)”, sobre um homem com poderes místicos, que soa como George no melhor estilo Blue Jay Way, com os outros Beatles fazendo backing vocals, completo com cítara e efeitos reversos.

O nome da banda foi tirado de um personagem do filme de ficção-cientifica de 1951 “O Dia Em Que a Terra Parou (The Day the Earth Stood Still)”. Nele, o ator britânico Michael Rennie interpreta um emissário da paz vindo do espaço chamado Klaatu. Personagem que, por sua vez, aparece na capa de “Goodnight Vienna” de Ringo Starr, fazendo uma referencia ao poster original do filme (Opa! Um “beatle fact” aí?!). O título do album (3:47 EST) significa a hora exata em que o alienigena chega ao Planeta Terra.

page

Na esquerda a capa de “Goodnight Vienna” de 1974 e na direita o pôster do filme “O Dia Em Que a Terra Parou”

 Um tempo depois, os integrantes foram identificados como os músicos canadenses John Woloschuk, Terry Draper e David ‘Dee’ Long. A banda lançou 5 LPs oficiais, algumas reedições e um disco tributo. Sua música mais famosa foi “Calling Occupants Of Interplanetary Craft”, que ganhou sucesso na voz de Karen Carpenter chegando ao número 32 do Hot 100 da Billboard.

Da esquerda para direita: John Woloschuk, Terry Draper e Dee Long

Da esquerda para a direita: John Woloschuk, Terry Draper e Dee Long

Ouça a faixa abaixo e diga o que você acha. Realmente parece com os Beatles? É, assim como a ‘vibe’ deles, uma viagem de outro mundo? Comente sobre esta que pode ter sido uma das maiores jogadas de publicidade do mundo do rock.

Por Aline Silva
@_alinessilva
Anúncios

6 Respostas para “Os Beatles e a conspiração Klaatu

  1. Marcos Sérgio Lemes

    Um detalhe que muito chamou-me a atenção entre outras coisas, foi a bateria. Ringo tem uma pegada mais convencional, enquanto o desta gravação foge bastante do estilo Ringo de tocar. Se eu não soubesse que não eram os Beatles, certamente diria que quem tocou a bateria nesta gravação foi Paul McCartney, assim como o fez em Back In U.S.S.R!

  2. Marcos Sérgio Lemes

    Só pra corrigir o título da canção do álbum branco referente ao comentário que postei sobre a banda Klaatu: Back In The U.S.S.R.!

  3. Mariana Alves de Araújo

    Cara, é muito parecido!!!!! Se vcs não tivessem falado, eu poderia que são os Beatles. A parte mais parecida é a voz, é igualzinha do Paul!!!E os vocais então!!! Isso demonstra como a influência deles era enorme(e ainda é) assim como as primeiras músicas dos Beatles lembram Chuck Berry, Elvis, essa banda tem sim um gostinho de Beatles…..

  4. Imar Eduardo Rodrigues

    Eu ouvi este disco (era um LP) em Belo Horizonte, em 1978. E na época todos em BH falavam que eram os Beatles. Ainda tenho o bolachão, e amo este disco, principalmente as músicas “little neutrino” e “sub-rosa subway”.

  5. Eu não tenho este primeiro disco do Klaatu mas, tenho oustros três,todos em vinil e o mais antigo de 1977, HOPE é todo de Progressive Rock, muito sofisticado para a época, tendo até elementos de música clássica na faixa PRELUDE. Os outros dois, de 1978 “Sir Army Suit” e de 1980, “Endangered Species”, são mais estilo pop-rock! Interessante que não aparecem os nomes dos integrantes da banda nos álbuns,o que levou muitos a identificá-los com os Beatles. Eu gosto muito e os guardo com carinho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s