Galeria

A Beatlemania comemora 50 anos!

01

Embora outros historiadores façam referência a outras datas como sendo o início da Beatlemania, a mais provável e marcante seria mesmo o dia 09 de fevereiro de 1964, quando há exatos 50 anos, os Beatles fizeram sua primeira apresentação no Ed Sullivan Show.

A primeira aparição dos Beatles na televisão em horário nobre na América do Norte foi no Jack Parr Show, em janeiro de 1964. Foi uma apresentação gravada dos rapazes tocando “She Loves You”. Parr supostamente ridicularizou a apresentação deles como sendo “a queda da civilização britânica.” Claro, nada esteve mais longe da verdade do que esta declaração de Parr!

02

Em fevereiro de 1964, os Beatles começaram a ganhar ímpeto como a mais nova mania da América, e foi a primeira apresentação deles no The Ed Sullivan Show que solidificou a popularidade deles na América do Norte. Ed Sullivan, o apresentador com cara de poker de show de variedades na TV americana, havia visto os Beatles em uma cena de confusão no aeroporto de Heathrow, Londres, em outubro passado.

“Afinal quem são esses tais de Beatles?” ele aparentemente teria perguntado a seus associados.

Ele iria descobrir rapidamente que eles eram o mais novo fascínio da Grã-Bretanha, e então decidiu levá-los para tocar no seu show.

03

O Ed Sullivan Show foi gravado nos estúdios da CBS em Nova York. O estúdio tinha uma capacidade para 703 pessoas sentadas. Os escritórios da CBS receberam mais de 50.000 pedidos de bilhetes. Mas apenas uma pequena parte destes foram delegados para os fãs dos Beatles. O Ed Sullivan Show tinha público familiar, e embora Sullivan nunca tivesse se esquivado de atuações consideradas controversas, tais como Elvis Presley, James Brown e outros astros do rock iminentes, Sullivan ficava sempre claramente mais confortável seguindo o “establishment” do mundo do entretenimento. Na verdade, o seu animal de estimação era um fantoche de rato chamado Topo Gigio, uma paródia meio idiota de estereótipos culturais italianos. Além do mais, Sullivan sabia que os Beatles eram algo especial, e ele os teria em seu show de uma forma ou de outra, nove vezes. No domingo, 9 de fevereiro, milhões de norte-americanos esperavam na frente de pequenos aparelhos de TV em preto e branco na expectativa de ver esse novo fenômeno da Grã-Bretanha. O público para aquele show foi estimado em mais de 70 milhões de pessoas.

Em sua primeira aparição no The Ed Sullivan Show, os Beatles tocaram cinco músicas em dois sets. O primeiro incluiu All My Loving , Till There Was You, e She Loves You. Depois, na segunda metade do show, os Beatles tocaram I Saw Her Standing There e I Want To Hold Your Hand. Cada canção foi bem ensaiada e saiu sem nenhum problema. O público, pelo menos naquela seção que estava reservada para os fãs jovens dos Beatles ficou comportado além do que se poderia esperar, até o sinal dos administradores de palco para gritarem até colocar pra fora o coração. Essa foi uma parte do negócio, ao que parece. Sullivan tinha feito um pacto ou uma “promessa “, como ele chamou, com os “jovens” em seu auditório para frearem um pouco a exaltação até que a música terminasse. Isso era, afinal, a televisão, e não algum clube noturno local. E enquanto os Beatles pudessem ser a atração principal da noite, Sullivan estaria igualmente orgulhoso do fato de que ele estava apresentando o elenco da Broadway de “Oliver ” – com Georgia Brown e Davy Jones, que passou a ser um dos The Monkees – Frank Gorshen (comediante), Mitzi McCall & Charlie Brill (time de comédia) , Tessie O’Shea (cantor, medley de canções) , Fred Kapps (mágico) e Wells & The Four Fays (acrobatas, fazendo comédia física).

SULLIVAN BEATLES STARR HARRISON MCCARTNEY LENNON

No início do Show de 09 de fevereiro, Sullivan leu um telegrama de congratulações de Elvis Presley, o rei do movimento do rock nos Estados Unidos . Alguns descrevem isso como uma espécie de “torch-passing”, expressão que significa “passar o poder a outro”.

O Rei estava longe da morte naquela época, mas seus herdeiros certamente estavam presentes naquela noite no estúdio da CBS. Isso não foi para dizer que não houve detratores. Tendo vivido através do hulla hoop e a louca mania da dança chamada “Twist”, a maioria dos pais viram os Beatles como simplesmente mais um modismo momentâneo. Até mesmo o diretor musical de Sullivan teria dito em reportagem que “Eu lhes dou um ano.” Mas aquilo era mais do que o início de um breve caso de amor com quatro rapazes de Liverpool. Era o início da Beatlemania, uma mudança de comportamento cultural que duraria e continuaria até os dias de hoje.

Texto original traduzido por Lucinha Zanetti: http://onabbeyroad.com/sullivan.htm

Blog We Love the Beatles Forever

Anúncios

3 Respostas para “A Beatlemania comemora 50 anos!

  1. Concordo. Então, já no clima, assisti novamente o ”The beatles – The first U.S.
    A minha passagem predileta é o solo de George Harrison em ”Till There Was You”. Sempre retorno esse trecho e fico impressionado com a técnica e a aparente tranquilidade dele nessa apresentação.

  2. Pingback: ‘Somos mais famosos que os Beatles’, diz cantor do One Direction | The Beatles College

  3. Pingback: 5 clipes que não existiriam se os Beatles não tivessem tocado no Ed Sullivan Show | The Beatles College

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s