Galeria

“Lennon x McCartney” – Um duelo de titãs!

172Uma discussão frequente entre fãs dos Beatles é a questão da troca de mensagens nas músicas entre John e Paul, enquanto eles eram parceiros no grupo. Alguns acham pura paranoia, outros juram que elas existiram. Bom, o que se tem discutido é que tudo começou com Paul compondo Hey Jude, lançada em 26 de agosto de 1968, que ele afirma ser para Julian, o filho de John. Como se sabe, Julian, com apenas 5 anos de idade, estava passando por momentos delicados com a separação dos pais, John e Cynthia. Dizem que, na verdade, Hey Jude seria uma mensagem para John segurar as pontas (… pegue uma canção e a torne melhor… não carregue o mundo nos seus ombros…). O próprio John achou, na época, que a canção era mesmo para ele.

Posteriormente, John compôs a música Don’t Let Me Down, provavelmente em janeiro de 1969, que, segundo alguns, é um pedido para que Paul o entenda e não o abandone, pois ele estava amando pela primeira vez (Yoko), que tal amor era para sempre e coisa e tal. Daí, ainda segundo aqueles mesmos alguns, Paul responde com Oh! Darling, composta aproximadamente em maio de 1969 (juram que em determinados momentos Paul canta Oh! Johnling!) dizendo num dos versos que ele nunca o deixará (I’ll never let you down…).

rampaul_linda_mccartney_ram_retail_cd-inside_1Ok. Já depois da separação dos Beatles, Paul lança o seu segundo álbum intitulado Ram, em 28 de maio de 1971. Só que o momento era bem outro, com brigas e processos sobre os negócios dos Beatles, mostrando Paul e John em ferrenha oposição. Então, no Ram, Paul aparece segurando um carneiro (ram) pelos chifres e coloca na contra-capa um besouro (beetle!) em cima de outro…

Isto causou uma grande raiva em John, que também viu insinuações contra ele nas músicas Too Many People (too many people preaching fantasies) e em The Back Seat of My Car (we believe that we can’t be wrong)… Humm… Seria o hábito de John interpretar as músicas de Paul nos “velhos tempos”?

lennon_postcard-fondles_pig

Pois bem. Se tais detalhes no álbum Ram não foram tão diretos assim, John não se fez de rogado e, para quem quisesse ouvir, tascou a lenha em Paul no seu álbum Imagine, lançado em 8 de outubro de 1971 na Inglaterra. Nele, na música How Do You Sleep? (com George Harrison na guitarra), ele canta que a música de Paul soa como muzak (um tipo de musiquinha de consultório de dentista) para seus ouvidos; que uma carinha linda poderia durar um ano ou dois e que depois ele teria que mostrar seu real valor; que Paul só tinha feito Yesterday na vida; que depois de tudo Paul tinha que ter aprendido Something… Ou seja, mais explícito impossível! Ah! John ainda colocou no álbum uma foto sua segurando um porco pelas orelhas, quase na mesma pose do ex-parceiro!

Bom, depois disso Paul ainda fez uma suposta tréplica no seu próximo álbum Wild Life, de 7 de dezembro de 1971, dizendo na música Some People Never Know que “algumas pessoas podem dormir à noite achando que o amor é uma mentira; que eu (Paul) sou uma pessoa como você (John), por isso, ame; porém, algumas pessoas nunca sabem.“…

lennonmccartney_320693Mas mesmo nesse álbum, Wild Life, Paul escreve a música Dear Friend para John, onde ele diz: ” – Dear friend, what’s the time? Is this really the borderline? Does it really mean so much to you? Are you afraid, or is it true? Dear friend, throw the wine, I’m in love with a friend of mine. Really truly, young and newly wed. Are you a fool, or is it true? Are you afraid, or is it true?“. (“ – Caro amigo, o que é o tempo? Esta é realmente a fronteira? Isso realmente significa muito pra você? Você está com medo ou isso é verdade? Caro amigo, passe o vinho. Eu estou apaixonado por um amigo meu. É realmente verdade, jovens e recém-casados. Você é um tolo ou isso é verdade? Você está com medo ou isso é verdade?“).

E, no final de 1971, John, perguntado pelas trocas de farpas com o antigo parceiro, finaliza o assunto dizendo: “- É o meu melhor amigo. Eu não posso brigar com um amigo meu?“.

tumblr_mdudpxONso1rkym5to1_500Por último, em 26 de abril de 1982, portanto após o assassinato de John, Paul escreve para ele a música Here Today, do álbum Tug Of War, na qual, dessa vez bem explicitamente, ouve-se: ” – I love you“.

E você, o que acha disso tudo?

Mas, indo para a canção de hoje, separei exatamente um ensaio de John cantando a ‘paulada em Paul’ How Do You Sleep, com George Harrison magistralmente fazendo os solos de guitarra. Ouça!

 Por Carlos Edu Bernardes
@careduber

Conheça melhor a coluna Beatles Outtakes

4 Respostas para ““Lennon x McCartney” – Um duelo de titãs!

  1. E muito triste ver dois grandes amigos como eles brigando principalmente quando essa briga se torna algo publico. Eu gostaria que John ainda fosse vivo talvez eles fossem amigos novamente.

  2. Irmãos brigam, amigos brigam …

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s